Capri: a ilha que encanta e surpreende

Descubra as histórias, as delícias e os símbolos que fazem de Capri um destino imperdível na Itália.

Anúncios

Localizada no sul da Itália, Capri é uma ilha que se destaca no Golfo de Nápoles.

Ela é famosa por suas belezas naturais, história antiga e atmosfera sofisticada.

Muitos turistas visitam Capri todos os anos para admirar suas paisagens, praias, seus monumentos e gastronomia.



Mas você sabia que Capri também tem muitas curiosidades interessantes? Neste artigo, vamos conhecer algumas delas!

Uma ilha, duas cidades

Capri não é apenas o nome da ilha, mas também de uma das duas cidades que existem nela.

A outra cidade se chama Anacapri e fica a 3 km de distância da primeira.

As duas cidades têm características diferentes: Capri é mais movimentada, luxuosa e comercial, enquanto Anacapri é mais tranquila, simples e autêntica.

As duas cidades oferecem atrações turísticas variadas, como igrejas, museus, jardins e mirantes.

A pátria do Limoncello e da salada caprese

Capri é conhecida por ser a pátria de duas delícias gastronômicas: o Limoncello e a salada caprese.

O Limoncello é um licor feito com cascas de limão, álcool, açúcar e água.

Ele é servido gelado como digestivo ou aperitivo e tem um sabor refrescante e aromático.

Os limões usados para fazer o Limoncello são típicos de Capri e têm um tamanho grande e uma casca grossa.

A salada caprese é uma entrada simples e saborosa, feita com tomates frescos, mussarela de búfala, manjericão e azeite de oliva.

Ela leva as cores da bandeira italiana (vermelho, branco e verde) e representa a essência da culinária mediterrânea: ingredientes naturais, saudáveis e deliciosos.

Um fenômeno natural que fascina visitantes de todas as partes

Uma das atrações mais famosas de Capri é a Gruta Azul, uma caverna marinha que tem uma cor azul intensa e brilhante.

Essa cor é causada pelo reflexo da luz do sol que entra por uma abertura submersa na rocha.

Para entrar na gruta, os visitantes devem embarcar em pequenos barcos a remo que passam por uma fenda estreita na entrada.

Dentro da gruta, e possível admirar o espetáculo da água azulada que contrasta com as paredes escuras da caverna.

A Gruta Azul foi descoberta pelos romanos no século I d.C., mas ficou esquecida por séculos até ser redescoberta em 1826 por um poeta alemão chamado August Kopisch.

Desde então, ela se tornou um símbolo de Capri e um destino turístico muito procurado.

Uma ilha que inspirou artistas e celebridades

Capri tem uma longa tradição de inspirar artistas e celebridades que se encantaram com sua beleza e seu charme.

Entre os nomes famosos que visitaram ou moraram na ilha estão:

  • Imperador romano Tibério, que construiu 12 villas em Capri;
  • Escritor francês Alexandre Dumas, que escreveu o romance “O Conde de Monte Cristo” em Capri;
  • Pintor norueguês Edvard Munch, que retratou as paisagens de Capri em suas obras;
  • Cantor italiano Lucio Dalla, que compôs a canção “Caruso” em homenagem ao tenor Enrico Caruso;
  • Atriz sueca Greta Garbo.

Capri também foi cenário de filmes famosos, como “O Leopardo” (1963), baseado no romance de Giuseppe Tomasi di Lampedusa.

Além de “Viagem à Itália” (1954), dirigido por Roberto Rossellini e estrelado por Ingrid Bergman, e “O Talentoso Ripley” (1999).

Uma ilha que tem seus próprios símbolos

Capri também tem seus próprios símbolos, que representam sua identidade e sua cultura.

Um deles são os faraglioni, três rochas gigantescas que emergem do mar perto da costa sul da ilha.

Eles têm nomes próprios: Stella (estrela), Faraglione di Mezzo (do meio) e Faraglione di Fuori (de fora).

O Faraglione di Mezzo tem uma abertura natural no meio, por onde os barcos podem passar.

Os faraglioni são um dos cartões-postais de Capri e um cenário romântico para os casais.

Outro símbolo de Capri é o sandalo caprese, um tipo de sandália artesanal feita com couro e cordas.

Ele foi criado em 1946 por um sapateiro chamado Canfora, que teve a ideia de fazer sandálias sob medida para os turistas que visitavam a ilha.

As sandálias capresi ficaram famosas quando foram usadas por celebridades como Jackie Kennedy, Grace Kelly e Audrey Hepburn.

Elas são vendidas em várias lojas na ilha e podem ser personalizadas com cores, pedras e desenhos diferentes.

Conclusão

Capri é uma ilha cheia de curiosidades que revelam sua história, cultura e beleza.

Visitar Capri é uma experiência única e inesquecível, que permite conhecer um dos lugares mais encantadores da Itália.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com seus amigos e familiares❤
Lorrane Oliveira
Lorrane Oliveira

Redatora, ama levar informação para as pessoas de forma simples e descomplicada!

0