Copacabana: do areal inóspito ao bairro mais famoso do Brasil

Copacabana é um bairro da zona sul do Rio de Janeiro, conhecido mundialmente pela sua praia, pelo seu calçadão, pelo seu hotel e pelo seu réveillon. 

Anúncios

Mas como surgiu esse nome e como se desenvolveu essa região ao longo dos séculos? 

Neste artigo, vamos contar um pouco da história de Copacabana, desde as suas origens até os dias atuais.

A origem do nome

O nome Copacabana tem raízes na cultura andina, mais especificamente na língua quichua, falada no antigo Império Inca. 



Nesse idioma, Copacabana significa “lugar luminoso”, “praia azul” ou “mirante do azul”. 

Outra possibilidade é que o termo venha do aimará, língua falada na Bolívia, e signifique “vista do lago”. 

Isso se deve ao fato de que na Bolívia existe uma cidade chamada Copacabana, situada às margens do lago Titicaca, onde havia um antigo santuário inca dedicado a uma divindade chamada Kopakawana, protetora do casamento e da fertilidade das mulheres.

No século XVII, comerciantes de prata bolivianos e peruanos, conhecidos como “peruleiros”, trouxeram para o Rio de Janeiro uma réplica da imagem de Nossa Senhora de Copacabana, que era venerada na cidade boliviana. 

Eles construíram uma capela sobre um rochedo, onde hoje é o posto seis, e dedicaram-na à santa. 

Foi assim que o antigo nome tupi da região, Sacopenapã, que significa “caminho de socós” (uma ave pernalta que vivia nas restingas), foi substituído por Copacabana.

O desenvolvimento do bairro

Até o final do século XIX, Copacabana era um local de difícil acesso, habitado apenas por alguns pescadores e cercado por chácaras e sítios. 

A situação começou a mudar em 1892, com a inauguração do Túnel de Copacabana (hoje Túnel Alaor Prata, ou Túnel Velho), que ligou o bairro ao resto da cidade. 

A partir daí, Copacabana começou a atrair moradores e visitantes, que se encantavam com a beleza da sua praia e da sua paisagem.

Em 1906, o prefeito Pereira Passos mandou construir um dos maiores símbolos do bairro: o calçadão da Avenida Atlântica, com o seu famoso desenho de ondas em pedras portuguesas. 

O calçadão foi inspirado nos boulevards parisienses e tinha o objetivo de embelezar e valorizar a orla.

Em 1923, outro marco na história de Copacabana: a inauguração do Hotel Copacabana Palace, projetado pelo arquiteto francês Joseph Gire. 

O hotel, que se tornou um dos mais luxuosos e prestigiados do mundo, recebeu hóspedes ilustres, como artistas, políticos, reis e princesas. 

O Copacabana Palace também foi palco de eventos históricos, como o baile de carnaval, o festival de cinema e a conferência da ONU.

Nas décadas de 1930, 1940 e 1950, Copacabana viveu a sua era de ouro, sendo considerado o bairro mais glamouroso e boêmio do Brasil. 

Copacabana inspirou músicas, livros, filmes e fotografias, e se tornou referência turística e cultural do país. 

Nesse período, surgiram também os primeiros arranha-céus do bairro, que mudaram a sua paisagem e aumentaram a sua densidade populacional.

O bairro hoje

Atualmente, Copacabana é um bairro que mistura tradição e modernidade, charme e caos, riqueza e pobreza. 

É um bairro que abriga cerca de 150 mil moradores, de diferentes classes sociais e origens, que convivem com milhares de turistas que visitam o bairro todos os dias. 

É um bairro que oferece uma variedade de serviços, comércios, restaurantes, bares, cinemas, teatros, igrejas, escolas e hospitais. 

É um bairro que tem uma vida cultural e esportiva intensa, com shows, exposições, feiras, corridas, caminhadas e ciclismo. 

É um bairro que tem uma das maiores festas de réveillon do mundo, com fogos de artifício, música e muita alegria.

Copacabana é um bairro que tem uma história rica e fascinante, que se reflete na sua identidade e na sua diversidade. 

Copacabana é um bairro que é um símbolo do Rio de Janeiro, do Brasil e do mundo.

Conclusão

Neste artigo, contamos um pouco da história de Copacabana, desde as suas origens até os dias atuais. 

Vimos como o nome do bairro tem relação com a cultura andina, como o bairro se desenvolveu com a construção do túnel, do calçadão e do hotel, como o bairro viveu a sua era de ouro nas décadas de 1930, 1940 e 1950, e como o bairro é hoje, com os seus contrastes e as suas atrações. 

Esperamos que você tenha gostado de conhecer um pouco mais sobre esse bairro que é um dos mais famosos do Brasil e do mundo.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com seus amigos e familiares❤
Lorrane Oliveira
Lorrane Oliveira

Redatora, ama levar informação para as pessoas de forma simples e descomplicada!

0