A Amazônia: um tesouro natural cheio de surpresas

A Amazônia é a maior floresta tropical do mundo, abrangendo nove países da América do Sul e ocupando mais da metade das florestas tropicais remanescentes do planeta. 

Anúncios

A Amazônia é também um dos ecossistemas mais ricos e diversos do mundo, abrigando milhões de espécies de plantas, animais, fungos e micro-organismos. 

A Amazônia é ainda um importante regulador climático, responsável por produzir cerca de 20% do oxigênio da atmosfera e por armazenar bilhões de toneladas de carbono. 

A Amazônia é, sem dúvida, um tesouro natural de valor incalculável, mas também um lugar cheio de surpresas e mistérios. 



Neste artigo, vamos conhecer algumas curiosidades sobre essa floresta fascinante.

A origem do nome

O nome Amazônia vem do rio Amazonas, que corta a floresta e é o maior e mais caudaloso do mundo. O rio Amazonas, por sua vez, tem sua origem na palavra amazônica, que significa “mulher sem marido” em grego antigo. 

Essa palavra foi usada pelos exploradores espanhóis do século XVI para se referir às guerreiras indígenas que habitavam as margens do rio e que, segundo eles, se assemelhavam às lendárias amazonas da mitologia grega1.

A idade da floresta

A Amazônia é uma floresta muito antiga, que existe há pelo menos 10 milhões de anos. 

A formação da Amazônia está relacionada à elevação dos Andes, que alterou o curso dos rios e criou um ambiente propício para o desenvolvimento da vegetação tropical. 

A Amazônia também sofreu influência das mudanças climáticas ao longo da sua história, passando por períodos de seca e de umidade, que afetaram a sua biodiversidade e a sua distribuição geográfica.

A biodiversidade da floresta

A Amazônia é a principal fonte de biodiversidade do mundo, abrigando cerca de 10% de todas as espécies conhecidas e estimadas. 

Apenas na Amazônia, existem mais de 40 mil espécies de plantas, mais de 2,5 milhões de espécies de insetos, mais de 2 mil espécies de peixes, mais de 1,3 mil espécies de aves, mais de 400 espécies de mamíferos, mais de 400 espécies de anfíbios e mais de 370 espécies de répteis. 

Além disso, a Amazônia é o lar de muitas espécies endêmicas, ou seja, que só existem nessa região, como o boto-cor-de-rosa, o peixe-boi, o uacari, o macaco-aranha e a ariranha. 

A Amazônia também é um dos lugares onde mais se descobrem novas espécies, sendo que a cada ano são registradas cerca de 2 mil novas espécies na floresta.

A cultura da floresta

A Amazônia é habitada por cerca de 30 milhões de pessoas, das quais mais de 350 são povos indígenas, que falam mais de 180 línguas diferentes. 

Esses povos têm uma relação ancestral e profunda com a floresta, da qual dependem para a sua sobrevivência e para a sua identidade cultural.

 Os povos indígenas da Amazônia possuem um vasto conhecimento sobre a fauna, a flora, o clima e os recursos naturais da região, além de uma rica diversidade de manifestações artísticas, religiosas, sociais e políticas. 

A Amazônia também é o berço de diversas manifestações culturais populares, como o carimbó, o boi-bumbá, o maracatu, o candomblé e o tambor de crioula.

As ameaças à floresta

A Amazônia é uma floresta ameaçada por diversos fatores, como o desmatamento, as queimadas, a mineração, a agropecuária, a construção de hidrelétricas, a exploração madeireira, o tráfico de animais, a poluição, as mudanças climáticas e a violência. 

Essas ameaças colocam em risco a integridade e a sustentabilidade da floresta, bem como a vida e os direitos dos povos que nela habitam. 

Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), entre agosto de 2019 e julho de 2020, a Amazônia perdeu cerca de 11 mil quilômetros quadrados de floresta, o equivalente a quase duas vezes o tamanho do Distrito Federal. 

Esse foi o maior índice de desmatamento registrado nos últimos 12 anos na região.

A importância da floresta

A Amazônia é uma floresta de vital importância para o equilíbrio ecológico e para o bem-estar humano, tanto local quanto globalmente. 

A Amazônia é responsável por produzir e regular o clima, o ciclo da água, a qualidade do ar, a fertilidade do solo, a polinização, a dispersão de sementes, o controle de pragas, a produção de alimentos, a geração de energia, a conservação da biodiversidade, a manutenção da cultura, a promoção da saúde, a oferta de medicamentos, a geração de renda, a proteção dos direitos humanos e a garantia da paz. 

A Amazônia é, portanto, um patrimônio natural e cultural da humanidade, que deve ser preservado e valorizado por todos.

Conclusão

Neste artigo, contamos algumas curiosidades sobre a Amazônia, essa floresta incrível que encanta e surpreende o mundo. 

Vimos como a Amazônia se originou, como é a sua biodiversidade, como é a sua cultura, quais são as suas ameaças e qual é a sua importância. 

Esperamos que você tenha gostado de conhecer um pouco mais sobre essa floresta que é um tesouro natural cheio de surpresas.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com seus amigos e familiares❤
Lorrane Oliveira
Lorrane Oliveira

Redatora, ama levar informação para as pessoas de forma simples e descomplicada!

0