Você gosta de Orquídeas? Descubra agora como cuidar melhor delas

Confira agora as principais dicas para cuidar da sua orquídea.

Anúncios

Considerada uma das flores mais lindas, as orquídeas são muito procuradas para serem utilizadas em decorações.

As espécies são delicadas e encantadoras, e além disso, podem ser adaptadas facilmente em diversos tipos de ambientes.

Para isso, basta ter os cuidados certos e você garantirá a saúde da planta por bastante tempo.

Vale ressaltar que os cuidados com a orquídea são bem fáceis, ao contrário do que muitos pensam.



Dessa forma, ter orquídeas em casa é bem vantajoso, pois apenas com produtos simples do dia a dia é possível realizar a sua manutenção.

É importante saber que cada planta possui as suas próprias singularidades, dessa forma, elas necessitam de alguns cuidados especiais.

Além disso, as orquídeas são espécies mais delicadas, e o principal fator que você deverá cumprir para mantê-las sempre saudáveis, será ter bastante atenção à quantidade de água, adubo e luz.

Além disso, o crescimento da orquídea costuma ser mais lento, e caso as flores desapareçam, não é preciso se preocupar tanto.

Continue a seguir e conheça as principais dicas de como cuidar da sua orquídea.

Cuidados com a Orquídea, confira quais são eles

Veja agora a lista que preparamos dos cuidados essenciais que você deverá ter com a sua orquídea, para mantê-la sempre saudável e bonita.

Faça uso de um vaso de barro

As orquídeas gostam bastante de umidade, porém sem excesso, além disso, a grande quantidade de água pode atrapalhar bastante nos seus cuidados.

Além disso, o vaso de barro é mais indicado para o seu plantio, pois absorve melhor a água, ao contrário do vaso de plástico, que pode fazer com que a água se acumule.

Cuidados ao regar a orquídea

A orquídea gosta bastante de umidade, contudo, é necessário ter atenção no momento de regá-la.

No verão, será suficiente molhar a orquídea de duas a três vezes por semana, porém no inverno, basta molhar de uma a duas vezes por semana.

A forma mais fácil de verificar se ela está precisando de mais líquido, é analisando com o dedo indicador se a terra dentro do vaso está seca, assim você poderá saber se será preciso regar.

Nos dias em que a temperatura estiver mais elevada, basta jogar água no chão e deixar que o vapor umedeça o ar, assim, você poderá garantir que a orquídea fique com a quantidade de umidade necessária.

Recrie o ambiente natural da planta

As orquídeas costumam ficar apoiadas nas árvores, debaixo de galhos e folhas com o intuito de ter menos luminosidade. Assim, tente recriar o seu ambiente natural.

Além disso, elas podem crescer em locais mais úmidos, onde retiram a água necessária da umidade do ar.

Assim, procure sempre colocar a sua orquídea em um local mais úmido e arejado, porém sem muita luminosidade.

Evite a expor demais ao sol

Como foi citado acima, a orquídea não gosta de muita luminosidade, assim, coloque o seu vaso em um lugar onde não tenha tanta luz solar.

É importante deixá-la em um local mais distante de janelas e portas. Todavia, caso não tenha jeito de afastar a planta da luminosidade, tente eliminar a iluminação ao máximo, criando uma sombra com algum objeto, ou uma cortina.

Caso queira saber se sua orquídea está recebendo muita luz solar, verifique as suas folhas, pois elas apresentarão uma coloração amarelada.

Não exagere no adubo

A orquídea necessita também de alguns nutrientes existentes no adubo, contudo, não devem ser colocados em grande quantidade, pois isso pode danificar a saúde da planta.

Assim, para conferir os melhores produtos, vá até uma loja especializada e pergunte aos vendedores quais são os mais indicados.

Em casa, você pode dissolver o adubo na água e borrifar a mistura na terra aos poucos. Além disso, é possível colocar o produto no canto do vaso, assim, a cada nova irrigação, ele poderá se espalhar por todo o vaso.

Vale ressaltar que, para que a planta absorva o adubo de forma mais eficiênciente, com aproximadamente 15 minutos antes de aplicar a mistura, borrife água sobre a orquídea.

Mantenha a distância dos vasos uns dos outros

Os vasos de planta devem permanecer, no mínimo, cerca de 20 centímetros de distância uns dos outros, e isso irá evitar que uma espécie doente contamine a outra.

Dessa forma, caso cochonilhas ou pulgões apareçam, utilize sabão de coco e uma escova para esfregar as folhas.

Mantenha sempre limpos os materiais de manuseio

Para evitar parasitas na orquídea, é imprescindível manter as tesouras utilizadas para o corte de folhas e pequenos galhos esterilizadas.

Assim, logo após ter lavado o material você deverá o passar por um enxágue de água fervente.

Além disso, você pode aplicar um pouco de canela em pó nas folhas e caule cortados, para auxiliar na cicatrização das plantas.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com seus amigos e familiares❤
Lorrane Oliveira
Lorrane Oliveira

Redatora, ama levar informação para as pessoas de forma simples e descomplicada!

0